quarta-feira, 14 de junho de 2017

ESCOLA DE VERÃO DA USP


A 9ª edição da Escola de Verão IPSA-USP acontece entre os dias 8 e 26 de janeiro de 2018, em São Paulo. O curso intensivo versará sobre conceitos, métodos e técnicas em Ciências Políticas e Relações Internacionais. O programa completo já está disponível e as inscrições podem ser feitas até 9 de outubro de 2017.
O objetivo do curso é proporcionar aos acadêmicos das ciências sociais acesso a uma capacitação avançada e de alta qualidade em métodos e técnicas de pesquisa quantitativa e qualitativa. Serão três módulos de sessões que pretendem oferecer treinamento rigoroso sobre diferentes aspectos da pesquisa empírica em Ciências Sociais, com questões teóricas e práticas sobre temas como o desenho e o desenvolvimento de pesquisas empíricas e análise de dados.
A Escola de verão tem como público-alvo estudantes de doutorado, pós-doutorado e mestrado, além de docentes em geral.  O curso está aberto para todas as nacionalidades e todas as aulas são ministradas em inglês, na Universidade de São Paulo (USP).
Os professores dos cursos são referência na literatura acadêmica e estão vinculados a universidades europeias e norte-americanas representando um número variado de países e perfis metodológicos. Eles lecionam durante a manhã e continuam com aulas teóricas à tarde ou optam por práticas em laboratórios de informática, com o uso de softwares específicos para a área quantitativa.
A programação também inclui sessões de informações especiais (special information sessions) que trazem capacitação em habilidades especiais e seminários que proporcionam aos participantes a oportunidade de vislumbrar o impacto de várias metodologias em temas substantivos específicos.
A escola é uma parceria entre a International Political Science Association (IPSA), o Instituto de Relações Internacionais (IRI) da USP e a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. A IPSA-USP Summer School faz parte de uma rede de escolas de métodos, ela é a maior e foi a primeira a ser fundada, em 2010. Há outras em Cingapura, África do Sul e Turquia.
Mais informações na página da IPSA-USP 2018.