sexta-feira, 23 de junho de 2017

CBF CENSURA OPINIÕES, PODERÁ ELA CONTRIBUIR PARA O FUTEBOL BRASILEIRO?

Texto de Lúcio de Castro

Contrato de transmissão dos amistosos da seleção impôs lei da mordaça sobre temas políticos e eleitorais.

A “lei da mordaça” foi determinada no contrato entre a EBC (Empresa Brasil de Comunicação) e CBF para a transmissão dos amistosos do Brasil contra Argentina e Austrália, sede dos jogos, nos dias 9 e 13 de junho, obtido pela reportagem através da Lei de Acesso à Informação. Não só o “Rei do Futebol” mas todos os envolvidos, “narradores, comentaristas e jornalistas” foram submetidos. Completaram o time o narrador Nivaldo Prieto, o ex-jogador Denilson, o ex-árbitro Rodrigo Cintra e o repórter Gregório Fernandes, que também é assessor de imprensa da CBF. 

[...]

Leia texto completo e o contrato em: