quarta-feira, 24 de maio de 2017

TV BRASIL MOSTRA NOVELA AFRICANA


Leio no Portal 4 que no Dia da África, celebrado, amanhã, 25 de maio, a TV Brasil estreia, às 20h30, Jikulumessu – Abre o Olho, segunda novela do continente a ser exibida no país.

A produção angolana, que foi indicada ao Emmy Internacional de melhor novela e eleita pela Academia Internacional de Televisão como uma das quatro melhores do mundo em 2015, vai ao ar de segunda a sexta, às 20h30.

A primeira obra de dramaturgia africana exibida na televisão brasileira foi Windeck, trama angola que ficou no ar entre novembro de 2014 e abril de 2015 também pela TV Brasil.

O elenco de Jikulumessu tem como uma das estrelas a atriz Heloísa Jorge, no papel de Djamila Pereira, na segunda fase da história. A personagem faz par romântico com o protagonista Joel Kapala. A artista angolana radicada no Brasil participou recentemente da novela “A Lei do Amor”, no papel de Laura.

Produzida pela Semba Comunicação em 2014, a ideia original e a direção de Jikulumessu são de Coréon Dú. A trama acompanha a trajetória de Joel Kapala, um jovem de 17 anos e de origem humilde que é admitido em uma escola tradicional de Luanda onde sofre bullying de colegas e até de professores. Após ser acusado injustamente de agressão a uma colega, Joel é expulso do colégio. É quando ele parte para Nova Iorque em busca de sonhos, até voltar para se vingar daqueles que lhe fizeram mal.

Jikulumessu causou polêmica quando foi exibida em Angola, em 2015, por mostrar a primeira cena de beijo entre dois homens. Na época, o canal público TPA tirou a novela do ar por uma semana. No mesmo ano, a trama foi exibida em Portugal na emissora pública RTP.

Com um elenco formado por astros da dramaturgia angolana, a novela se divide em dois momentos. O primeiro se passa em 1998, quando o jovem Joel deixa Lubango, cidade do interior de Angola, rumo a uma conceituada instituição de ensino da capital onde é perseguido por outros alunos e até por professores. Expulso da escola após uma armação, ele parte para os Estados Unidos.

A segunda fase da produção dramatúrgica se passa 16 anos mais tarde, em 2014, quando Joel volta a Luanda com o objetivo de se vingar daqueles que lhe prejudicaram no passado.

Composta por 120 capítulos, a novela Jikulumessu celebra as cores, os sabores, a musicalidade e a força da cultura angolana. Mas, também apresenta temas polêmicos e socialmente relevantes daquele país e também do Brasil, como corrupção, consumo de drogas, ambição, prostituição e homofobia.

Na primeira etapa da história, o personagem de Joel Kapala na adolescência é interpretado pelo ator Fernando Mailoge. Nesse período, o papel da mocinha Djamira Pereira, aos 14 anos, é de Sandra Gomes. Já nos capítulos em que a trama se passa nos dias atuais, os atores Borges Macula e Heloísa Jorge vivem o casal de protagonistas.