segunda-feira, 1 de maio de 2017

PRIMEIRO CAMPEÕES DE ESTADUAL: ABC


O futebol brasileiro deveria explorar melhor o calendário, buscar jogos em datas alternativas. Segunda de feriado um ótimo dia para um jogo de futebol. Uma ideia poderia aliar um jogo com outro evento. Os americanos fazem muito bem este casamento. Para além disso é interessante perceber como alguns times nascem, ganham espaço e somem. Vide Barueri, São Caetano, Ipatinga. No Rio Grande do Norte, uma boa surpresa está o Globo e será o caso? Torço para que isto não aconteça. Para o futebol potiguar, no atual momento do América, uma nova força é importante, traz novos elementos ao mapa do futebol. Hoje, o encontro entre ABC e Globo marcou o primeiro campeão estadual do ano. No jogo, o primeiro tempo um sonolento. Poucas jogadas claras de gol. Bolas passadas de um lado para outro, longas e profunda, mas infrutíferas. O Globo entrou precisando marcar para levar o título, já que perdeu a primeira perna da final em casa. Mas não passou a sensação de necessidade de placar. Faltou objetividade nas jogadas. O primeiro minuto do segundo tempo teve duas jogadas agressivas, mas morreram aí. Um grande ping-pong. Balões, chutes, e por aí foi. Não seria melhor fazer o simples?

Ontem no Ba-Vi presenciamos cenas lamentáveis de brigas entre jogadores, nos minutos finais o clima no Frasqueirão também ficou tenso. Não entendo como profissionais podem agir com tamanha má fé ao creditar na violência como possibilidade técnica. A malandragem no futebol deveria acontecer apenas com a bola aos pés e não com as atitudes.

Resultado disto tudo: ABC campeão!