quinta-feira, 18 de maio de 2017

CHAMADA DE ARTIGOS: REVISTA BRASILEIRA DE SOCIOLOGIA


A Revista Brasileira de Sociologia (ISSN 2317-8507, Qualis B1), editada pela Universidade de Brasília (UnB) recebe propostas para dossiês até 30 de maio e para artigos em regime de fluxo contínuo. Serão aceitas propostas que reflitam a produção acadêmica e científica acerca da realidade brasileira e mundial contemporâneas, com foco analítico sociológico.
O principal foco da Revista é a produção acadêmica e cientifica acerca da realidade brasileira e mundial contemporâneas. As matérias veiculadas na Revista Brasileira de Sociologia deverão incluir artigos de natureza acadêmica e didática, registrando eventuais reedição de textos clássicos, literatura comentada sobre assuntos variados, textos de metodologia e reflexão sobre conceitos ou autores, hoje imprescindíveis ao profissional do ensino médio. A natureza acadêmica do periódico não se separa, portanto, de sua missão didática e original de instrumentalizar alunos e professores na sala de aula. As edições darão prioridade, também, aos temas atuais ligados ao desenvolvimento, compreendendo ser este não limitado ao crescimento econômico e tecnológico, pois envolve transformações e dinâmicas criativas nas várias esferas da vida social. É possível afirmar que existe um patrimônio acumulado de produção nessa temática registrada como “sociologia do desenvolvimento” que pontuou a reflexão sociológica no Brasil e na América Latina na década de 1970. Outras teorizações mais recentes envolvendo temas ligados à disparidade regional, às formas de inclusão e exclusão associadas aos desafios da sociedade globalizada vem fazendo parte da agenda sociológica. As associações positivas e negativas entre crescimento e desenvolvimento passam a gora a serem substituídas pelo estabelecimento de novos critérios de avaliação baseados na idéia de capital social e suas formas de sustentabilidade.
Importa ressaltar a retomada de uma significativa e expressiva produção sociológica brasileira sobre a realidade do país. Nesse percurso, os congressos da Sociedade Brasileira de Sociologia ocupam papel destacado, incorporando e diversificando temas variados.
As novas tecnologias e suas implicações sociais, os significados das estatísticas sociais, as desigualdades sociais, o pensamento social, as mudanças no empresariado, as atuais concepções de ciência, o novo papel do Estado, a formação de novos atores sociais, a violência urbana e rural, a democracia e a cidadania, as discriminações de raça e de gênero, os problemas da educação, as transformações no mundo do trabalho urbano e rural, as metamorfoses da cultura, o problema da saúde coletiva, meio ambiente, o papel das religiões, dentre outros, fazem parte da pauta de pesquisa e preocupação dos sociólogos brasileiros.
Nessa dinâmica interativa de produção e difusão do conhecimento as edições do periódico destacarão conteúdos voltados para pensar dinâmicas sócio-econômicas, dilemas da sustentabilidade e experiências inovadoras de gestão de recursos, com vistas a contribuir para melhor entendermos a dinâmica das atuais transformações no mundo contemporâneo.
Mais informações na página da Revista Brasileira de Sociologia (RBS).