quinta-feira, 11 de maio de 2017

A FILOSOFIA E OS 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE



Universidade de Brasília, 5 a 9 de junho de 2017
Local: Campus Darcy Ribeiro, ADUnB: Auditório (500 lugares) e sala de reuniões (50 lugares); Auditório da APOSFUB (60 lugares)
Realização: Departamento de Filosofia e Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UnB (PPG-FIL/UnB)
Apoio: FAP-DF e Decanato de Extensão da UnB

Inscrições e envio de resumos: até 19 de maio de 2017.


A Reforma Protestante iniciada por Martinho Lutero em 1517 é reconhecida como um dos eventos fundadores da história moderna, dos quais os tempos de hoje fazem parte ao menos em grande medida. Foram vários seus pressupostos históricos no pensamento filosófico e nos movimentos religiosos, como a teologia ockamista e as contestações medievais ao poder papal. Importantes pensadores a vinculam a aspectos tão diversos e centrais da vida contemporânea quanto o capitalismo e a perspectiva individualista. A Filosofia como área do conhecimento também sofreu grande influência desse acontecimento, notadamente no pensamento de autores como Kant, Hegel e Kierkegaard, mas também no de Nietzsche e Marx, entre outros. Por outro lado, os pressupostos conceituais da Reforma foram e são objeto de estudo de autores que até mesmo antecederam o movimento iniciado há 500 anos, o que justifica a escolha desse tema para a Semana de Filosofia da UnB.