sexta-feira, 7 de abril de 2017

RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS NO TRABALHO

Texto de Villela del Mata, 14.out.2013

O ambiente profissional é onde as pessoas passam a maior parte dos seus dias. Em razão disso, é fundamental manter um bom relacionamento no trabalho para criar um clima saudável, prazeroso e motivador. Ter relacionamentos saudáveis, bom convívio com os colegas resulta em uma série de benefícios, e é importante estar convicto de suas próprias atitudes para saber dialogar e não perder a razão.

O sucesso das boas relações está em aprimorar a capacidade de conversação. Opiniões divergentes e conflitos são inevitáveis, porém, ao melhorar a comunicação no trabalho, situações de estresse podem ser resolvidas de forma antecipada, sem maiores problemas.Para que se desenvolva uma boa convivência no espaço profissional e todos saiam ganhando, é necessário que líderes e liderados adotem algumas posturas simples, mas que fazem uma grande diferença nas corporações.

Fuja das fofocas – Falar mal dos companheiros gera intrigas e discórdias. Sempre que tiver algo a dizer, chame a pessoa a um lugar reservado e converse amigavelmente.

Respeite a individualidade – Todo ser humano deseja ser respeitado, e no ambiente corporativo não é diferente. Saiba até onde pode ir com as brincadeiras e não confunda a vida pessoal do colega com a profissional. Ao preservar a singularidade de cada um, o clima organizacional se torna harmonioso, e os colaboradores passam a ter maior empenho e produtividade.

Saiba ouvir – Escutar a opinião dos demais funcionários é fundamental para perceber os pensamentos, valores e princípios de cada um deles. Ouvindo, é possível saber lidar com o outro de forma estratégica.

Aja com tolerância – Aprender a aceitar o diferente e a pluralidade de opiniões torna mais fácil o convívio em grupo. Seja tolerante e paciente –o que não o obriga a concordar com tudo o que dizem.

Saiba ceder – Abrir mão de algumas posturas pensando no bem comum ajuda a exercitar a humildade, além de contribuir para o desenvolvimento das empresas.

Assimilando e colocando em prática essas atitudes, é possível ter resultados positivos, como conquistar a credibilidade e a confiança dos colegas, manter uma boa comunicação interpessoal, construir novas amizades e ter com quem contar nos momentos em que for preciso resolver alguma pendência durante o expediente.

Por outro lado, não adotar uma postura que proporcione bem-estar para a empresa pode resultar em diversos pontos negativos, como o isolamento, desinteresse pelas tarefas profissionais e descumprimento das metas em grupo.

A qualidade das relações dentro das organizações influencia na saúde física, mental e emocional do ser humano, pois os companheiros de trabalho também fazem parte da rede de apoio social. Nada é melhor para o espaço corporativo que manter um relacionamento saudável com todos que o compõem.

Além disto,

1. Investigue as causas mais a fundo
É muito comum que um conflito pequeno tenha por trás alguma causa pouco evidente, ligada a outro fator. Por isso, é muito importante ouvir todas as partes envolvidas, buscando extrair as reais razões do problema. Faça uma escuta atenta, sem interrupções, advertências ou críticas. Deixe para intervir quando você já tiver uma noção global da questão. Esteja atento às contradições, semelhanças e diferenças de ponto de vista. Com isso, você terá mais ferramentas para compreender as causas da divergência.

2. Procure resolver todas as questões
Você certamente conhece os efeitos de uma bola de neve. No contexto corporativo, o conflito acumulado ao longo do tempo, lotado de divergências e mal-entendidos, uma hora irá eclodir. É importante ser bem cuidadoso com esse tipo de problema. Para isso, duas estratégias são importantes: a primeira é tentar solucionar os focos de atrito desde o começo. Observe o seu time sempre e, caso note que há algum desentendimento ou processo que você julgar estar indo mal, convoque a equipe para conversar. Assim, você evita que pequenas diferenças se tornem grandes dificuldades.

3. Invista em uma boa comunicação
O déficit na comunicação prejudica todo o processo de trabalho de uma empresa. Uma informação mal transmitida pode gerar atrasos, trazer dificuldades e gerar desentendimentos entre os colegas. Desenvolver bons recursos para trocar informações na empresa é fundamental para uma boa gestão de conflitos. Invista nas reuniões, canais para transmissão de dados e recursos tecnológicos. Dessa forma, você consegue evitar divergências e resolver os problemas que surgem com mais facilidade.

4. Utilize livros e filmes para lidar com a gestão de conflitos
Uma boa estratégia para a gestão de conflitos é incentivar a equipe a procurar livros e filmes sobre o tema. Você pode trabalhar esses conteúdos com o time, fazendo discussões em equipe e organizando momentos para que eles possam elaborar e compreender o material. Aproveite a riqueza de materiais do cinema e da literatura para promover discussões positivas no grupo. Esse tipo de evento, além de ser um incentivo para a união e descontração da equipe, pode ajudar os profissionais a darem conta das próprias divergências. Assim, você abre espaço para ideias e dúvidas, de forma que seja possível desenvolver processos de conscientização e de mudança.

Por fim, é importante ressaltar que o gestor deve seguir as dicas propostas sempre focando na autonomia dos colaboradores, agindo apenas como um facilitador e evitando ao máximo a necessidade de intervenção por parte de superiores na gestão de conflitos.