quarta-feira, 12 de abril de 2017

NÃO ACREDITE EM LISTAS...

é preciso ousar...
descer do pedestal
questionar as hierarquias (manifestas ou camufladas)
desfigurar as verdades calcificadas
a-tentar para os aprisionamentos
implodir as capturas com leveza
se preciso for, fazer do corpo máquina-de-guerra
desarquitetar a construção de identidades
elevar a potência do corpo
pôr em moviment-ação as forças ativas
permitir o retorno da diferenSa
ter prudência, por gentileza
a-final as linhas de fuga podem se transformar em
|linhas|de|destruição|
nada que encarcere o desejo é válido...
oponhamos os regimes de antiprodução
que diferença estamos imprimindo no mundo?
não há super-herói sem déspota-uno
os inimigos não são personificados, diluem-se em linhas
ao que se crê impossível que se crie novos possíveis
na menor brecha de possibilidade, que se produza o novo
aposte nas suavidades!
nem toda revolução se faz nas linhas duras
fluidez e leveza produzem revoluções moleculares

Fonte: Esquiza Grafias (https://www.facebook.com/profile.php?id=100010909935374&fref=ts)