quinta-feira, 20 de abril de 2017

HOMEM INVISÍVEL NO MUNDO INVISÍVEL



Vejo o mundo inteiro
Numa espécie tosca de carrossel
Cada lugar um bicho
Corrida maluca pra pagar o aluguel

Nesse consumismo
Plastificado o rosto, amor, religião
Carregando status
Num mundo invisível angustiado cidadão

Parem esse mundo que eu quero descer
Tudo é dinheiro, o amor pra onde vai?
Quero um abraço dos meus bons amigos
Pois nenhum dinheiro compra um verdadeiro

Mestre de luz, saúde e proteção
Seus pensamentos são a sua condição
Se você não acredita num mundo invisível
Como é que explica se te toca minha voz

Se a minha voz te toca

Quando se está cansado
Repare que tudo acontece pra te testar
Sua dignidade
Mantém a sua inteligência, caráter, persistência

Mestre de luz
Conduzindo cada um de nós
Dessa nossa vida
Levaremos apenas nossa poesia

Parem esse mundo que eu quero descer
Tudo é dinheiro, o amor pra onde vai?
Quero um abraço dos meus bons amigos
Pois nenhum dinheiro compra um verdadeiro

Mestre de luz, saúde e proteção
Seus pensamentos são a sua condição
Se você não acredita num mundo invisível
Como é que explica se te toca minha voz

Se a minha voz te toca
Toca, toca, toca

Amor, raiva, ódio, tudo
Vírus, prótons, nêutrons, física quântica
Milagres, milagres, milagres
Como você explica os milagres?