domingo, 16 de abril de 2017

DIFERENÇA ENTRE EQUIPE E GRUPO

Há uma tendência em se confundir grupos com equipes. Percebe-se que esses termos ganham amplo significado quando são diferenciados teoricamente e identificados nas situações de rotina.

O escritor Moscovici (1994) estabelece uma diferenciação entre grupos e equipes, colocando os primeiros como a associação de pessoas, não necessariamente com objetivos comuns, e as equipes como um conjunto de indivíduos que passa a ter objetivos claros e comuns a todos os seus membros.

Segundo Reis (2005), os grupos de trabalho podem ser formais ou informais. Formais são aqueles definidos pelo Órgão, com tarefas e missões atribuídas em decorrência dos objetivos e metas da organização, nos quais os papeis e atribuições dos membros são claramente definidos. Enquanto os informais, que decorrem de alianças, de acordos tácitos ou explicitados e de motivações individuais, que levam as pessoas a assumir compromissos, nem sempre previstas pela organização em que se instalam.

[...]

Um dos aspectos que distingue grupos de equipes é a forma como as tarefas e responsabilidades são vistas, aceitas e cumpridas. No grupo, a realização do trabalho depende exclusivamente do indivíduo responsável por ele, enquanto na equipe, apesar da divisão de tarefas, com cada indivíduo se responsabilizando por sua respectiva parcela, os resultados e as metas a serem atingidos correspondem ao todo, ou seja, se um dos indivíduos falha, ou não consegue desenvolver a sua parte, alguém da equipe assume a responsabilidade daquele para não comprometer o resultado. Na equipe há uma maior interdependência entre os integrantes e o nível de comprometimento com os resultados é maior, com cada um se empenhando em fortalecer a si próprio e aos demais.

Assim equipe é um grupo que compreende seus objetivos e está empenhado em alcançá-los, de forma compartilhada.

Texto de Gislaine Lela de Andrade, Fundação Getúlio Vargas, Belo Horizonte, 2009.

Texto completo: