quarta-feira, 15 de março de 2017

REPÚDIO AO BOM DIA SC E AO G1.SC

Reforma da previdência é um retrocesso
Jornal da principal emissora de televisão se cala

Domenico di Masi, em novembro passado, para Folha de S. Paulo, afirmou que em 2016 aprendemos que golpe pode ser diferente do que vimos nos livros de história. "Quando se diz essa palavra, se pensa em militares, de noite, com tanques. Mas um golpe se prepara também pelos jornais, pela televisão".

O que o BomDiaSC, da RBS TV, grupo NC, e a página G1 Santa Catarina fez nesta manhã é um golpe contro o povo. Hoje dezenas de sindicatos prepararam um movimento geral de contestação ao (des)governo de Temer contra a reforma da previdência (#TotalmenteContra). Mas o dito noticiário, se resumiu a falar em paralisação de ônibus e nos transtornos que ele causará a população. Mas os transtornos sociais causados pela reforma, pelo golpe, e por tudo o que cercam as mudanças que vivenciamos, o jornal se cala. O ato de paralisação é visto como um atentado, mas o verdadeiro caos que esta reforma proporciona é silenciado. Uma linha editorial tendenciosa que mal informa e aliena os espectadores.

Di Masi, na mesma entrevista, afirma que somos um povo infantil. O argumento é aceitável. Somos tão infantis que vivemos um golpe acreditando na legalidade dele e ignorando sua imoralidade que se estende na forma como os fatos são mostrados e noticiados.

Ao grupo NC, que controla a RBS TV de Santa Catarina: ignorar a luta pelos direitos é um golpe também.

----------------------------------------------------------------------------------

Pelo visto, ignorar o fato é uma questão de linha editorial.


A chamada também não afirma o motivo, apenas na reportagem encontramos uma linha. Sem mencionar a grandeza do motivo. 

O motivo é grade, o golpe midiático é sinal de mesquinharia.