quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

ARROGÂNCIA DE TREINADORES E DIRIGENTES POLUEM A TV


Coluna #128

No filme “O Palhaço” dirigido por Selton Mello, que vive também o palhaço Benjamim, encontramos a seguinte máxima, "O rato come o queijo, o gato bebe leite e eu... Sou palhaço". No drama, a frase representa que cada qual pode desempenhar muito bem o seu papel, o rato fazendo aquilo que lhe confere o ser rato, o gato o mesmo, e o ser humano, exercendo aquilo que lhe cabe em sua humanidade. Mas antes de tornar-se um ativista, seja o gato, o rato ou o ser humano é preciso ter consciência do que está por fazer e dedicar-se diante das expectativas.

[...]

Escrevo nas terças-feiras para o espaço Esporte e Mídia.