terça-feira, 20 de dezembro de 2016

HIDROELÉTRICA DE BELO MONTE: DESENVOLVIMENTO OU PROBLEMA?


Leio no VcFaz.TV que Canal Brasil mostrará "Belo Monte - Anúncio de uma Guerra" na primeira exibição em 21 de dezembro, às 19h.

Segundo o site a usina hidrelétrica de Belo Monte é um dos projetos mais controversos do governo federal para aumentar a oferta de energia elétrica do país. Assentado no interior do Pará, entre as cidades de Altamira e Vitória do Xingu, esse empreendimento gigantesco levantou questões alarmantes sobre a situação dos povos indígenas moradores da região, além de danos ambientais, culturais e sociais.

Depois de dois anos e três expedições a essa faixa da floresta amazônica, o diretor André D’Elia transformou mais de 120 horas de material no documentário "Belo Monte - Anúncio de uma Guerra" com o intuito de discutir os problemas da implantação dessa indústria e os efeitos nocivos aos centenários habitantes e ao ecossistema local. A produção estreia nesta quarta (21) no Canal Brasil.

O filme concede voz a comunidades silenciadas pela máquina pública e pelos grandes empresários interessados na construção da usina. Diversos ativistas indígenas – com destaque para a importante figura do Cacique Raoni, militante ambiental e líder da tribo Kayapo – são unânimes em explicar as consequências malignas da implantação do empreendimento, como desmatamento em massa, inundações de margens dos rios, piora no atendimento de saúde e riscos à segurança alimentar, entre outras. Especialistas de diversos setores são ouvidos pela produção para concederem seus pareceres sobre a polêmica obra, e políticos interessados na construção da usina tentam defender sua implantação.