quarta-feira, 2 de novembro de 2016

MOVIMENTO PRÓ-DESOCUPAÇÃO NÃO É DEMOCRÁTICO

Não há devir da direita


Em Camboriú há uma escola com um movimento pró-desocupação, segundo o Jornal S. Catarina, de segunda, 31 de outubro. Está errado. Não há devir de direita, isso não é democracia. O debate é saudável e necessário, mas estabelecer uma possibilidade de sustentação daquilo que oprime não é devir. Só há devir naquele que vive a miséria e agora é o momento de viver uma miséria em favor dos que padecerão com o corte nas políticas de afirmação. A lição de cidadania escrita pelas ocupações é maior que qualquer livro famigerado de Educação Moral e Cívica poderia escrever, pois na direita não há educação, some doutrinação do capital.

A propósito

Após as eleições vejo as prioridades de Napoleão para Blumenau. Em nenhum momento li o Ensino Fundamental e a formação de professores como preocupação ou prioridade. 

A onda azul está para uma ressaca.