sábado, 8 de outubro de 2016

RECORD NEWS SERÁ DESCARACTERIZADA


Em 2007 vibrei demais com a chegada de um canal aberto de notícias. Nove anos mais tarde a proposta do canal é redesenhada, voltando ele ser algo próximo daquilo que já foi. Alguém ainda lembra da Rede Mulher? Basicamente esta é a ideia da nova roupagem da RN. O canal fracassou na audiência e não eco na crítica, mudanças aconteceram, mas não caiu no agrado do público. A tentativa agora, como uma segunda tela da Record é apostar no feminino, porém, se o principal não consegue repetir a repercussão de outrora, por que a segunda opção conseguiria?