domingo, 4 de setembro de 2016

REFLEXOS DE UM DOMINGO SEM FUTEBOL, OU QUASE


Final de semana de data FIFA acompanhar uma partida de futebol é uma missão difícil. Na hora do almoço o único jogo ao vivo que consegui ver foi Portuguesa Londrinense x Andraus pelo canal E-Paraná. A competição conta com sete clubes na primeira fase o primeiro colocado classifica-se para a fase semifinal, os outros seis disputam as quartas-de-finais. Este jogo era a ida da quarta. Não há muito que falar da partida em si, mas ver o estádio vazio é triste. Não foi uma partida de portões fechados, mas estava completamente jogado às traças. O jogo não trouxe emoção, tanto que a equipe de transmissão entreteve o público com diversas histórias e causos do futebol. O que me perguntei diversas vezes ao longo do jogo foi o que motiva times como este a investirem no futebol? O Andraus tem um contrato de reaproveitamento de jogadores como Goiás, e a Portuguesa mandou o jogo no estádio do Londrina. Detalhes feitos para sobrevivência e percebe-se, através dele, que existem muitos diferentes no futebol. Um grande abismo entre as séries, e uma desorganização generalizada. Lamentavelmente estamos longe de ser o país do futebol.