quarta-feira, 6 de julho de 2016

PRIMEIRA VITÓRIA LEVA PORTUGAL A FINAL


A vitória da individualidade.
Se algum desavisado soubesse do confronto entre Portugal x País de Gales não levantaria tanto interesse. Mas estes fizeram a primeira semifinal da Eurocopa 16, estranho, mas aqui estiveram. Torci por Gales e o motivo está na forma de Gareth Bale jogar. Enquanto que Cristiano Ronaldo é o craque que recebe a bola e finaliza as jogadas, Bale é aquele que recebe e distribui. O português é o dono do time, Bale, o líder motivador. O líder chegou até aqui, Ronaldo, enfim, conseguiu a primeira vitória. Não gosto do regulamento de empate com pênaltis. Penso que o mata-morre eliminatório devesse privilegiar a melhor campanha com direito ao empate. Se assim fosse, por exemplo, Croácia teria passado por Portugal o que faria Polônia ter um novo adversário nas quartas e Bale ter superado CR7 doutra forma. Portugal chega a final com vitória única e orquestrada por CR7.