segunda-feira, 2 de maio de 2016

O FUTEBOL É A MELHOR INVENÇÃO DO HOMEM

É com a frase Mauro César Pereira ao final do jogo que dou título a postagem. Ela simboliza muito bem o momento do futebol nesta segunda-feira. O futebol é apaixonante por conta disto. Quem diria que o Leicester City seria campeão inglês há um ano? Jamais! Somente me convenci disto no boxing day, se o leitor voltar nos arquivos verá que lá defendia o pequeno como campeão. Consegui ver o jogo de hoje por conta da tecnologia do DVR e confesso que cheguei a me emocionar com o espetáculo. Os gols nasceram de falhas de jogadas e de habilidades de usá-las em benefício das redes. Um empate que garantiu um título inédito a um pequeno que fez a Inglaterra parar numa segunda-feira, ao ponto de torna-la mais útil que a lógica do capital. Um jogo quente, de faltas, nervos à flor da pele, onde a paixão de torcedores sacralizou o profano numa ode ao pequeno. O golaço de Hazard ao acertar o ângulo foi a coroação do improvável. Leicester campeão, e no Chelsea, nem banco Pato foi.

Leicester City é campeão! Que história.