segunda-feira, 18 de abril de 2016

NÃO HÁ VITÓRIA NA MEDIOCRIDADE

Vejo a manchete do A Notícia, de hoje cedo, mas não consigo acreditar que houve vitória. Não há motivos para comemorar quando a justificativa dos deputados não faz sentido.

Pelo Brasil
Por meus filhos
Pela honra da família.
Por Deus 
Afirmavam os deputados, no claro descaso pelo processo.

Eu diria, escrevo, hoje pela puta que os pariu.

Foram  segundos preciosos para justificar um voto de questão jurídica, porém transformaram o sagrado direito da livre expressão em  palanque para próximas eleições. O parlamento é reflexo da consciência política desta população: medíocre.

Na mediocridade não há vitórias, apenas uma derrota generalizada.