sábado, 30 de abril de 2016

À COMISSÃO ORGANIZADORA XI REUNIÃO CIENTÍFICA DA REGIÃO SUL - ANPED SUL

Recentemente recebemos alguns e-mails da comissão organizadora do evento pedindo mais divulgação e anunciando novos prazos de submissão. Cremos que essas mensagens se devam ao baixo número de submissões de trabalho até o presente momento. Acreditamos que a não-aderência ao evento não se deve à falta de interesse, mas sim pelos valores praticados dentro da conjuntura atual da educação.
            Durante a X ANPED Sul (2014) os valores de inscrição variaram de R$: 130,00 (até abril) a R$: 160,00 (de maio a setembro) para estudantes de pós-graduação e não havia a obrigação da associação para poder submeter trabalhos. Para a XI ANPED Sul, a ser realizada em julho de 2016, além do custo de R$: 160,00 (até abril) a R$: 195,00 (de maio a junho), teremos que arcar com o valor da associação de R$: 210,00 (doutorandos) e R$: 157,50 (mestrandos), para podermos submeter trabalhos. O aluno de mestrado que deseje apresentar trabalho gastará, no mínimo, R$: 317,50, já o aluno de doutorado terá um gasto mínimo de R$: 370,00, valores que poderão chegar a R$: 352,50 (mestrando) e R$: 405,00 (doutorando), caso o pagamento da inscrição seja feito entre maio e julho.
A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) nos oferece atualmente um auxílio, via Pró-reitoria de Pesquisa (PROPESQ), para participação em eventos no Brasil e no exterior. Para a região do Paraná o auxílio chega a R$: 450,00. Com o auxílio, conseguiremos pagar as custas de associação e inscrição, sobrando uma quantia de menos de cem reais para custeio de: passagens aéreas/terrestres até Curitiba, transporte dentro da cidade, hospedagem e alimentação. Pontuamos que, anteriormente, possuíamos outra fonte de fomento para participação em eventos, via nosso próprio programa de pós-graduação, mas que esta não está mais em vigência devido aos recentes cortes no orçamento da educação no país e também a não liberação de rubricas para custeio desses e outros gastos de suma importância para a manutenção dos programas de pós-graduação.
            Em pesquisa realizada nos sites dos eventos regionais da ANPED, encontramos os seguintes valores de inscrição por evento:


EVENTO
VALORES DE INSCRIÇÃO
XI ANPED SUL

23 a 27 de julho de 2016
Para estudantes de pós-graduação, outros estudantes e Professores da educação básica ligados a grupos de pesquisa:
- R$ 160,00 (até abril)
- R$ 195,00 (maio e julho)
- R$ 210,00 (no dia e local do evento)
1ª Reunião Científica Regional Norte da ANPEd

19 a 21 de outubro de 2016
Doutorandos:
- Até 05 de junho: R$: 100,00
- Até 10 de setembro: R$: 120,00
- Até 19 de outubro: R$: 140,00

Mestrandos:
- Até 05 de junho: R$: 80,00
- Até 10 de setembro: R$: 100,00
- Até 19 de outubro: R$: 120,00

Prof. Educação Básica ligado à grupo de pesquisa em Universidade:
- Até 05 de junho: R$: 80,00
- Até 10 de setembro: R$: 100,00
- Até 19 de outubro: R$: 120,00

Alunos de graduação vinculados à projetos de pesquisa:
- Até 05 de junho: R$: 50,00
- Até 10 de setembro: R$: 60,00
- Até 19 de outubro: R$: 70,00
XIII Encontro de Pesquisa em Educação da Região Centro-Oeste – Reunião Científica Regional da ANPEd
06 a 09 de novembro de 2016
Até 15 de junho:
- Estudantes de pós-graduação associado/a a ANPEd: R$: 70,00
- Estudantes de pós-graduação não associado/a a ANPEd: R$: 100,00
- Estudantes de graduação: R$: 50,00
- Docente da educação básica: R$: 50,00

Até 15 de agosto:
- Estudantes de pós-graduação associado/a a ANPEd: R$: 80,00
- Estudantes de pós-graduação não associado/a a ANPEd: R$: 115,00
- Estudantes de graduação: R$: 60,00
- Docente da educação básica: R$:60,00

Até a data do evento:
- Estudantes de pós-graduação associado/a a ANPEd: R$: 100,00
- Estudantes de pós-graduação não associado/a a ANPEd: R$: 130,00
- Estudantes de graduação: R$: 80,00
- Docente da educação básica: R$: 80,00
Caminhos da Pós-Graduação em Educação no Nordeste do Brasil: Avaliação, Financiamento, Redes e Produção Científica
Reunião científica regional da ANPED – Região Nordeste

20 a 23 de setembro de 2016
Doutorandos:
- 01.03.2016 a 30.04.2016: R$: 200,00
- 01.05.2016 a 31.07.2016: R$: 240,00
- 01.08.2016 a 23.09.2016: R$: 288,00

Mestrandos:
- 01.03.2016 a 30.04.2016: R$: 150,00
- 01.05.2016 a 31.07.2016: R$: 180,00
- 01.08.2016 a 23.09.2016: R$: 216,00

Prof. Educação Básica ligado a grupo de pesquisa em Universidade:
- 01.03.2016 a 30.04.2016: R$: 100,00
- 01.05.2016 a 31.07.2016: R$: 120,00
- 01.08.2016 a 23.09.2016: R$: 144,00

Estudantes de graduação:
- 01.03.2016 a 30.04.2016: R$: 70,00
- 01.05.2016 a 31.07.2016: R$: 84,00
- 01.08.2016 a 23.09.2016: R$: 100,00
12ª Reunião Científica Regional Sudeste da ANPED

10 e 13 de julho de 2016
- Doutorandos: R$: 80,00
- Mestrandos: R$: 60,00
- Professores/as da Educação Básica vinculados a grupos e/ou projeto de pesquisa: R$: 40,00
Fonte: sites dos eventos.

            A partir da análise dos valores de inscrição é possível ver que o praticado pela região Sul é um dos mais altos e também é o único que não faz diferenciação de pagamento para estudantes de pós graduação, outros estudantes (como graduação) e professores de educação básica. Citando um exemplo: os estudantes de graduação da UFRGS, em sua maioria, tem vínculos de estágios e bolsas (Iniciação Científica, Monitoria, Administrativa), com as quais recebem mensalmente entre R$: 400,00 e R$: 800,00 reais, em média. Com esse exemplo gostaríamos de mostrar que não é possível equiparar, com relação aos pagamentos, três categorias que recebem mensalmente valores distintos e que, consequentemente, não possuem o mesmo capital para investimento em sua formação a partir da participação em eventos.
            Durante as reuniões discentes de março e abril do presente ano, as representantes colocaram na pauta de assuntos gerais a divulgação do evento e, durante a reunião, explicaram a nova metodologia de submissão de trabalho, que inclui a obrigatoriedade de associação. Foi notória a insatisfação dos discentes com esse novo sistema, tendo várias manifestações de desmotivação e desistência de participação no evento. Estamos cientes da existência da nova Resolução da ANPED, nº 01/2015, de 07.10.2015 que traz em seus artigos 6º e 7º o seguinte:

Art. 6º - somente poderão participar da Reunião Científica Regional, com apresentação de trabalhos, professores(as) pesquisadores(as) de Programas de Pós-Graduação em Educação e áreas afins, estudantes de PPGEs, pesquisadores(as) em geral, docentes de Instituições de Ensino Superior (IES), e da Educação Básica vinculados a grupos e/ou projetos de pesquisa.
Art. 7º - para submeter trabalhos para a Reunião Científica Regional da ANPED os(as) autores(as) e coautores(as) deverão ser sócios da ANPED e quites com a anuidade.

            Apesar de termos conhecimento e sabermos que todas as reuniões regionais estão cumprindo a resolução citada, nos posicionamos contrários a obrigatoriedade porque se torna mais um custo, demasiado alto, a quem deseja partilhar suas pesquisas nos eventos regionais. Caso seja de extrema necessidade a associação para a submissão de trabalhos, defendemos que os associados não paguem a inscrição ou paguem um valor baixo, especialmente os estudantes (pós-graduandos e outros) e professores de Educação Básica.
Ressaltamos que o público de mestrandos e doutorandos que costuma frequentar a ANPED Sul, dentro do Programa de Pós-graduação em Educação da UFRGS, é composto, majoritariamente, por bolsistas de pós-graduação, cujas bolsas estão sem reajuste desde 2013, e de professores da Educação Básica da rede pública, cujos salários (entre outras pautas) são motivo de luta anual dos docentes, que desejam o mais básico dos direitos, que é o piso salarial. Inclusive, acreditamos que os valores aplicados aos professores de educação básica vinculados a grupos de pesquisa, que não são alunos de pós-graduação, também estão em demasia altos: associação R$ 105,00, inscrição de R$: 160,00 a R$: 195,00, totalizando um gasto mínimo de R$: 265,00 e máximo de R$: 300,00.
            Outro ponto que gostaríamos de questionar a comissão é quanto a não-previsão de participação, como autores de trabalho, de alunos de graduação que sejam bolsistas de Iniciação Científica, devidamente registrados e atuantes em projetos de pesquisa, no evento. Essa restrição afeta esses pesquisadores em formação, que iniciam na graduação sua trajetória de pesquisa e que poderiam ter proveitosos dias de aprendizagens e de partilha de suas investigações gestadas junto aos grupos que integram. Acreditamos que a restrição também reflete em pouca adesão ao evento por parte desses estudantes, diminuindo ainda mais o público que poderia participar, como apresentador, do evento. Na resolução nº 01/2015 - ANPED, de 07/10/2015, no Art. 7º, parágrafo primeiro diz o seguinte: “Poderão participar com apresentação de trabalhos alunos de graduação vinculados a projetos ou grupos de pesquisa somente na condição de coautor cujo autor principal seja associado da ANPED.”. Este parágrafo da resolução vem sendo cumprido nas reuniões regionais do Centro-Oeste, Nordeste e Norte, por isso questionamos: por que a ANPED Sul não está cumprindo?
Tendo em vista que os pesquisadores em educação defendem a democratização da educação, do conhecimento e da pesquisa é plausível que este congresso seja uma referência para que todos os grupos (professores de todos os segmentos, estudantes, pesquisadores) tenham acesso indistintamente. Consideramos que a magnitude deste evento poderá ficar restrita, caso não consigamos disseminar a ciência produzida e oportunizar a participação democrática a todos os grupos, inclusive, aos que possuem condições econômicas mais limitadas.
Por fim, com os argumentos que trouxemos, desejamos que a comissão organizadora repense, para este ano e para os próximos, os valores praticados, a obrigação da associação (principalmente para estudantes de pós-graduação e professores da Educação Básica) para submeter trabalho e a possibilidade de participação (como apresentador) de alunos de graduação vinculados a grupos de pesquisa como bolsistas de Iniciação Científica. Quanto aos valores, sugerimos que, no mínimo, seja ampliado o pagamento do valor de R$: 160,00 até o mês de junho, quando recebemos os resultados das avaliações dos trabalhos.


            Porto Alegre, 27 de abril de 2016.


Discentes do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul