domingo, 14 de fevereiro de 2016

TEMOS UM CAMPEONATO: INGLÊS ESTÁ ABERTO

Tivemos mais que um jogo, ao final dele podemos dizer que há um campeonato, poderia ser 8 pontos, mas a vantagem do líder compete de apenas 2 pontos. Arsenal freou avanço do Leicester. Na rodada do Boxing Day questionava, aqui no blog, o motivo dos comentaristas de desacreditarem a liderança do Leicester. Continuou a apostar no Leicester. Por que ele não seria campeão? O time é organizado, ocupa bem as faixas do campo, comete poucos erros e os chutões irresponsáveis são mínimos. Porém, o campeonato está aberto e os quatro primeiros tem chances reais de conquista.

O jogo de hoje, mais do que três pontos, marcam uma briga psicológica entre o líder e o potencial vice-líder. Ânimo para o Arsenal continuar na briga e atenção para o Leicester cuidar-se. O jogo, após a expulsão do Danny Simpson aos 54’ fez o Arsenal ser todo pressão. A pressão converteu-se nos gols da virada. Mas, mesmo diante disto, o Leicester continuou com a obediência tática, mas como Ranieri preferiu remontar a zaga, sacrificou a meia cancha, minimizando as descidas. Conservadorismo que levou a derrota. Mas da forma como ela foi construída, penso que não vá desestabilizar o líder inglês.

Porém, se olharmos a tabela, nas próximas rodadas, Arsenal, ainda terá o Tottenham, enquanto que na teoria, Leicester terá uma vida mais fácil. E a vitória de três sobre o Manchester City pode significar mais que a derrota de hoje.

GOLS: 44’ Vardy (LC - Pênalti); 69’ Walcott (A) e 95’ Welback (A).