quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

ENTÃO É NATAL!


Lucas 2
(3)  E todos iam registrar-se, cada um à sua própria cidade.
(7)  E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

Não havia lugar. O filho de Deus não encontrou lugar livre para nascer. Sua mãe, pariu o Salvador junto com os animais. Esta semana, vi uma postagem no Facebook, que fazia memória aos milhares de refugiados pela Europa. Não encontraram lugar na hospedagem também.

Não estou comparando os refugiados a Sagrada Família de Nazaré, mas quero aproveitar o momento para pensar sobre a questão. Passados 2015 anos continuamos a ignorar, não acolher, segregar e achar que uns são mais merecedores que outros. Hoje é dia de festa, sim, é dia de agradecer, seja pela vida, pelas conquistas e pelos sonhos que realizamos e aqueles que guardamos debaixo dos travesseiros.

Porém, enquanto isso, calcula-se que exista mais de um milhão de refugiados cruzando fronteiras da Europa carregando junto de si, sonhos e desejos de um 2016 com mais dignidade, com ou sem natal. Isso, quando chegam a Europa.