quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

COMEÇOU O MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA JAPÃO 2016


É uma competição exótica. Um formato de mata-morre estranho. Mas é interessante ao oferecer jogos que jamais veríamos nos contextos cotidianos e a oportunidade de ver clubes de todos os continentes. Lembro-me de anos atrás acompanhar um jogo do Hakara United de Papua Nova Guiné. Saudosismo a parte houve um jogo. Uma partida de muito toque de bola, passes e jogadas previamente armadas, tudo muito previsível. Se alguém estava a esperar um jogo de espetáculo não encontrou, mas uma boa aula de futebol simples e, de certo modo, objetivo. É interessante perceber na escalação inicial do time neozelandês, atual terceiro colocado, como está internacionalizado. O segundo tempo começou com chuva forte, o que atrapalhou um pouco o andamento do jogo. Mesmo assim, o Auckland mostrou um comportamento mais agressivo. Porém, o time foi traído pelo seu goleiro que num popular frango tomou o segundo gol. Na soma de tudo, o time japonês apresentou linhas de jogo bem definidas e poucos erros de passe. Não sofreu nenhuma jogada e envolveu o adversário no seu toque de bola. A esperar o que o time pode fazer agora diante dos africanos no domingo.

Uma substituição da substituição. Douglas, no segundo tempo, o artilheiro brasileiro do time, entrou no lugar de Shibasaki que havia entrado, por sua vez, no lugar do machucado Notsuda.

Só uma curiosidade acerca do competitivo campeonato neozelandês. O time de Welington Phoenix disputa duas competições. Os principais jogadores disputam a Liga Australiana, com certo sucesso, enquanto que os jogadores secundários, uma espécie de time B, disputa a HobbitChampionship.

Sanfrecce Hiroshima: (1) Takuto Hayashi; (4) Hiroki Mizumoto; (5) Kazuhiko Chiba; (6) Toshihiro Aoyama; (18) Yoshifumi Kashiwa; (22) Yusuke Minagawa; (24) Gakuto Notsuda [14' (30) Shibasaki – 53' (9) Douglas]; (27) Kohei Shimizu; (28) Takuya Marutani; (29) Takuma Asano; (33) Tsukasa Shiotani.
DT: Hajime Moriyasu.

Auckland City: (1) Jacob Spoonley; (2) Marko Đorđević; (3) Takuya Iwata; (4) Mario Bilen; (5) Ángel Berlanga; (7) Mikel Álvaro; (10) Ryan De Vries; (11) Te Atawhai Hudson-Wihongi; (16) Dae-Wook Kim; (17) Jonny Moreira; (19) Micah Lea'alafa.
DT: Ramon Tribulietx

Gols: 9' Minagawa; 70' Shiotani

Quartas de finais: América (MEX) x Everghrande (CHN) | Sanfrencce (JPN) x Mazembe (RDC)