sexta-feira, 13 de novembro de 2015

ONDE ESTÁ O FUTEBOL FEMININO?


Na semana que passou, quarta-feira 04, o senador Romário (PSB/RJ), em debate sobre o futebol feminino questiona a falta de oportunidade e como ele poderia ser um vetor de inclusão social e também provocou com a frase: “quantas Martas estamos perdendo a cada ano?”. O Camisa 11 ao pensar a partir da maior jogadora da nossa história faz pensar como a categoria poderia ser diferente. Segundos os dados do IBGE, as mulheres representam 52% da população brasileira e são responsáveis por 66% das decisões de compras das famílias brasileiras, por que não investir nelas no futebol?

Escrevo nas segundas-feiras para o espaço Esporte e Mídia.