segunda-feira, 16 de novembro de 2015

CBF E GLOBO: UMA RELAÇÃO DE CRIANÇA BIRRENTA



Esta semana em Esporte e Mídia desenho alguns pitacos na relação truncada entre a CBF e a Rede Globo a partir do furo de Raul Quadros e a negativa de liberação de Careca. 

Nela escrevo:

Há tempos que Galvão Bueno vem criticando a administração do futebol tupiniquim veementemente. Não são as críticas certeiras que incomoda-me, mas sim, a postura covarde da CBF. Uma das posturas foi a negativa do assistente pontual, Careca, de participar do Bem Amigos! e a segunda foi a confusão pelo horário do jogo remarcado de Argentina versus Brasil após o cancelamento diluvial.

Escrevo nas segundas-feiras para o espaço Esporte e Mídia.