quarta-feira, 10 de junho de 2015

CRÍTICA AO SERIADO AMERICAN CRIME

American Crime é uma série exibida semanalmente com episódios inéditos nas terças-feiras, às 22h, dublados, e reprises, às 24h no canal AXN. Ela estreou no final de maio, 26. A série é contextualizada com o momento atual de protestos nos EUA, como as manifestações de Ferguson, trazendo uma reflexão contemporânea sobre discriminação racial e dinâmicas familiares em meio a um misterioso crime espalhados por 11 episódios. Eles se passam numa pacata cidade próximo a San Francisco.

A série tem uma pegada de filme com ótima fotografia. O que cansa um pouco é o roteiro. A história é densa, cheia de detalhes e não releva muitas informações, o espectador deve buscar muitas coisas pois elas estão suspensas. A ausência destes saberes pode representar dois cortes paradoxais. Pode prender o espectador à espera da construção das respostas ou pode afugentá-lo por não encontrar de imediato o que ele espera. Partindo da ideia de fuga deixei de acompanhar, após uma semana a Guerra das Gangues, nas madrugadas da Rede Globo (viva o DVR!). O enredo é repetitivo e faz a série não evoluir, tornando muitas vezes previsíveis as ações. Estou a torcer que American Crime não cai nesta rede também.