quarta-feira, 17 de junho de 2015

CONTRA A VENEZUELA SERÁ UM JOGO DRAMÁTICO

A Colômbia venceu o jogo na hora do Hino Nacional. Postei isso no Twitter na hora do jogo. Havia uma vontade em cantar o hino como uma resposta ao fracasso diante da Venezuela. Aquele jogo pífio precisava ser apagado. Nada melhor que pegar uma seleção de história para dar conta disso. Mas nossa seleção é só de história. A atualidade peca em realizar a transição da defesa para o ataque e não mostra objetividade no ataque, muito menos segurança na defesa.

Domingo não haverá Neymar Jr. Segundo amarelo o deixa suspenso e o vermelho deixa fora das quartas-de-finais. Aliás, cadê a alegria do guri do Santos FC? Neymar não sorri, não joga leve, não é o mesmo de outrora, a destemperança do final do jogo é o destempero do time de Dunga. Não venham me dizer que fora os vinte minutos de intervalo, mas acredito que ele tem a certeza de ser o único entre os demais. Contra a Venezuela será um jogo dramáaaatico. O gol no final contra o Peru mascarou o timinho de Dunga.

#bazinga: será que teremos choro na ausência do craque no domingo?