sábado, 2 de maio de 2015

NOVO TEMPO NA PARABÓLICA

O canal adventista TV NOVO TEMPO passa a ocupar a frequência da TV CULTURA no sistema analógico do satélite StarOne C2. Aquelas parabólicas tamanho cebolão teladas populares por aqui. Estima-se que o Brasil possua 18 milhões de residências com antenas parabólicas captando sinal analógico. Um dos últimos lugares do mundo a fazer isto. Para captar o sinal da Novo Tempo o receptor deve estar configurado na frequência 4130 polarização Vertical, 1020 *L. Na maioria dos receptores o canal entrara normalmente no lugar da Cultura. Também a NT está no C2 DVB-S, digital, agora em nova frequência, 3711 V, 2170, além de dividir espaço num dos mux do grupo SBA, junto com as Rádios Novo Tempo, em português e espanhol.

A TV Novo Tempo surgiu no ano de 1996 com objetivo de valorizar o ser humano. O canal é original de Nova Friburgo (RJ), era chamada de ADSAT, pois objetivava levar mensagem do advento de Cristo via satélite. No início havia apenas dois programas em português, o ‘Está Escrito’ e ‘ADSAT em Louvor’. O restante da programação era em inglês e espanhol. Após primeiros anos o canal entra em nova fase com a intenção de formar a Rede Novo Tempo de Televisão e colocar o sinal nas operadores pagas. O nome ADSAT deixa de existir, a programação ganha novos gêneros e programas como: Vida e Saúde, Notícias de Agora, Tela Especial, Entre Amigas, Fazendo Artes, É Seu Direito, Autor e Obra, Adicionando, Pérolas do Dia, Em Dia com o Nosso Tempo, A Bíblia Ensina, Sua Casa, um Lar, Turminha Ká Entre Nós, Histórias da Tia Cecéu, De Olho nas Origens, Está Escrito Jovem, Avanços na Obra de Deus, Vocações Missionárias, Quero Ajudar, Lições da Bíblia, Semana em Foco, Tempo Jovem, Lugar de Paz e A Esperança é Jesus.

Em 2005, o Sistema Novo Tempo de Comunicação é transferido para a cidade de Jacareí, interior de São Paulo. No mesmo ano, o canal 56 UHF, a Rede Palavra e a TV da Gente, oficialmente em contrato, retransmitiam de uma a doze horas da grade de programação da Novo Tempo para capital e grande São Paulo. Em maio de 2006, a Rede Novo Tempo de Televisão faz uma parceria com Fundação Setorial e assume a geradora de Pindamonhangaba com uma retransmissora em Taubaté e outra em São José dos Campos; ambas com cobertura em 30 cidades no Vale do Paraíba. No ano de 2008 o canal passa a ser distribuído aos assinantes da SKY. Os assinantes da OiTV, satélite SES 40°W também a recebem a partir de 2014. Além destes através do satélite NSS 806, está presente nas Três Américas e na Europa e em várias cidades através de sinas UHF. Desde maio de 2008, pelo satélite IS-10, distribui seu sinal também na África, em inglês e português: cobre Angola, Moçambique e São Tomé e Príncipe.