domingo, 12 de abril de 2015

AS QUARTAS DO PAULISTA: SEM NOVIDADES

Enquanto alguns alienam-se nas ruas, eu optei alienar-me com o futebol. No post de hoje quero olhar os quatro jogos para além do que está construído dentro do campo, afinal futebol também é entorno e conversa de botequim.

Corinthians x Ponte Preta
Com dez pontos a mais, primeiro da classificação geral, Corinthians tomou sufoco o jogo inteiro. Apenas vale dizer que toda vantagem construída apenas é refletida no mando de jogo. A crítica é inevitável quando a lógica começa a ser usada. Corinthians não apresentou um futebol bonito mas mostrou um futebol burocrático, marcou um gol e segurou o jogo. O apito amigo esteve presente com a anulação de um gol legítimo da equipe de Campinas ainda no primeiro tempo. Apito amigo com patrocinador do Palmeiras.

São Paulo x RedBull Brasil
Além do resultado este jogo marca um ideário de gestão. A equipe do RedBull é a mais jovem entre as vinte agremiações que disputaram o paulistinha. Um modelo de gestão que a poucos anos começou na quarta divisão do Paulista e agora já está entre os finalistas. Não vai causar-me estranheza se em breve veremos os taurinos entre os clubes da primeira divisão nacional. O time segue um modelo tal qual seus irmãos na Áustria; Alemanha e Estados Unidos. Mas isso não garante vitória. São Paulo foi competente e está na semifinal. almeiras x Botafogo
A polícia aponta jogo em horário alternativo por conta das manifestações. O ponto é a segurança e nem apenas no entorno do estádio mas para além dos muros. Esta é uma questão que não merece tantas críticas, a maior poderia ser o horário pífio das 11 da matina. Poder-se-ia pensar o jogo numa segunda-feira, por exemplo.

Santos x XV de Novembro
Santos atacou, atacou, atacou e atacou. Enquanto isso o XV tentou não jogar e achar algum gol, mas não achou. O melhor registro do jogo foi perceber que o time de Piracicaba tem um patrocinador para cada faixa da camisa. Macacão de F1 fica no chinelo.

Classificados para Brasileirão Série D: RedBull Brasil e Botafogo.
Semifinais: Corinthians x Palmeiras; Santos x São Paulo.