quinta-feira, 17 de julho de 2014

DADOS OFICIAIS DA ONU SOBRE OS DANOS CAUSADOS POR ISRAEL NA FAIXA DE GAZA

Comitê da Palestina Democrática informa:

Dados oficiais da ONU sobre os danos causados por Israel na Faixa de Gaza
Atualização dos dados oficiais da ONU sobre a crise no território palestino da Faixa de Gaza frente aos ataques militares israelenses desde o dia 7 de julho:

- 1,8 milhão de pessoas afetadas pelo ataque
- 5.600 pessoas (940 famílias) deslocadas pelo conflito
- 16.000 pessoas abrigadas nas escolas da UNRWA (Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina)
- 60.000 pessoas com necessidades alimentares emergenciais
- 400.000 pessoas sem eletricidade
- 75% da cidade de Gaza sem eletricidade
- 395.000 pessoas afetadas pelos danos causados às instalações de fornecimento de água
- 1/3 da população, cerca de 600.000 pessoas, com acesso restrito a água potável
- 168 pessoas mortas, sendo ao menos 133 civis, dentre os quais 36 crianças
- 1.140 pessoas feridas, dentre as quais 296 crianças e 233 mulheres
- 25.300 crianças necessitando de atendimento psicológico, devido ao trauma vivenciado pelos ataques
- 8 unidades de saúde e 4 ambulâncias danificadas; 1 médico morto e outros 19 agentes de saúde feridos
- 36 escolas danificadas
- 66 escolas consideradas suscetíveis a danos
- 940 unidades residencias destruídas
- 2.500 casas danificadas
- 32 barcos pesqueiros incendiados, destruídos ou danificados e cerca de 1.000 redes de pesca queimados
- 3.600 pescadores estão há 7 dias sem acesso ao mar
- Número ainda não especificado de agricultores sem acesso a terra e relatos de perdas importantes, como morte de animais
- Mais de 700 ataques aéreos, mais de 1.100 mísseis israelenses disparados contra a Faixa de Gaza, mais de 100 disparos de tanques de guerra e cerca de 330 bombardeios navais (dados do dia 11, sem atualização desde então)
- Aproximadamente 100 bombas não estouradas (e que ainda podem explodir) foram encontradas


Fonte:
http://www.iranews.com.br/noticia/12383/dados-oficiais-da-onu-sobre-os-danos-causados-por-israel-na-faixa-de-gaza