quinta-feira, 3 de abril de 2014

TRÁFICO HUMANO NO FUTEBOL



A notícia que os espanhóis chamam de míssil trouxe um debate interessante e ao mesmo tempo preocupante: Fifa proíbe Barcelona FC de contratar jogadores por um ano. O fato não consiste de Barcelona FC ter em sua base jogadores camaroneses vindos de uma pareceria com Eto’o e de possuir 7 estrangeiros entre os titulares na Champins U-19. O fato são os menores aliciados que são levados para a Europa por empresários e tornados moedas de troca. Vejo que neste caso a medida é de efeito, mas estamos apenas na cobertura da montanha. Debaixo dela há muita podridão. Ano passado denúncias de jogadores latinos em regime de pobreza absoluta no leste europeu. Esta é mais uma faceta do tráfico humano e de que como este crime se esconde em montanhas de direitos feitas a partir da fragilidade de suas vítimas. A FIFA e a UEFA precisam urgentemente controlar as transações internacionais a fim de evitar isto.