terça-feira, 15 de abril de 2014

EBOLA SE ESPALHA POR GUINÉ

 

Os números são desencontrados. Não há fonte oficial do governo local com informações que se possa confiar. As notícias que aqui chegam não são precisas. Existe um grande problema e isto é fato. Existe uma onda de indiferença ocidental com o mundo africano também. Trabalhando em sala uma matéria da Euronews o que percebo para além de uma preocupação superficial é não compreensão das condições sociais que formam aquela história. Entender os problemas do outro não é pensar a vida social de Guiné com o modo Brasileiro, mas pensar para além de nossas fronteiras. Ver o outro na perspectiva do outro. Talvez este olhar nos torne mais humanos diante de uma doença devastadora como esta.