quarta-feira, 5 de março de 2014

O CRASH DO INDIVÍDUO

Texto e artigo de Júlio Cesar Lourenço

Neste artigo será analisado o filme Crash: no limite (2004), uma obra que apresenta como racismo, xenofobia e segregacionismo são inscritos na sociedade capitalista contemporânea. Ele nos faz refletir sobre os preconceitos a partir da ação de indivíduos comuns e vulneráveis, revelando os limites, as contradições e as suas diferentes atitudes num determinado momento histórico da sociedade capitalista.

Palavras chave: cinema, xenofobia; racismo; Estados Unidos

Artigo completo