segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

CNT EMISSORA FANTASMA

Com apenas 20 funcionários em São Paulo, a rede CNT vive no ‘’ponto morto’’ durante a semana e nos fins de semana vira uma rede fantasma. Metade do quadro chega para trabalhar 11h30 e outra leva bate cartão ás 14h30 com termino de expediente pontualmente às 23h15. Final de semana, apenas 3 seguranças ficam na sede do canal zelando pelo patrimônio.
Se acabar o mundo no domingo, a CNT não vai noticiar e tem que esperar até segunda, 22h45, quando o único telejornal da rede vai ao ar (Fonte: http://portal4.wordpress.com).

E de pensar que esta emissora está entre os 14 canais de carregamento obrigatórios entres as operadoras DTH. Se a concessão de transmissão é uma ação pública deveria haver uma regulamentação às emissoras que nada produzem e vendem seus horários aos tele cultos e as TVs shops da vida. Se o canal tem direito a transmissão que o faça e produza conteúdo.