quinta-feira, 29 de agosto de 2013

SENTIMENTOS, CHEGADAS E PARTIDAS




Devaneio escrito em 23 de agosto de 2013

Hoje recebi um e-mail muito especial. As grandes coisas da vida são aquelas simples, mas inesperadas como o e-mail que cito. Nela havia uma frase que dizia “o que foi é prefácio do que somos”. Agora estou num banco de rodoviária esperando o ônibus rumo a um passeio rápido, muito rápido, mas especial. Mas voltando ao prefácio. Nossa vida é escrita por vários capítulos, alguns subtítulos e infelizmente temos também alguns parênteses. Estes são os mais tristes, porque podem ser reduzidos a meras notas que não faram diferença alguma na história. Mas o mais belo é o prefácio. É nele que está o mote propulsor de todas as linhas. Posso não ter escrito os melhores capítulos, se pudesse reescrever algumas linhas faria, mas o prefácio, este me é único e especial.

Escrevo tudo isso sentado num banco de rodoviária. Local de muitas chegadas e partidas. Onde marquei algumas partidas para sonhos e chegada para mudanças. Já passei horas em rodoviárias e muitos quilômetros rodados e sonhados. Mas o gostoso de toda partida é a experiência da chegada. E aqui lembro de Heráclito. Um homem não pode banhar-se duas vezes num mesmo rio. Quando chegamos já não somos mais os que partiram, somos outros e estamos abertos para novas experiências, mas uma coisa não muda o nosso prefácio...

Adendo escrito em 29 de agosto de 2013

Ao reler estas linhas tortas me deparo com outra situação. Nesta semana, como em todas as outras, muitas coisas aconteceram. E todos os dias acontecem. As que classificamos como mágicas, como importantes e especiais são aquelas que fazem os capítulos serem especiais. Mas se estes momentos não causam confusões e questionamentos não fazem sentido. Continuo a citar Heráclito, "tudo flui enquanto resultado da tensão contínua dos opostos em luta". Se não há tensão não há crescimento e amadurecimento. E só podem haver novos capítulos quando esta tensão nos levar paras novas linhas. E tudo isto foi construído após um prefácio.