quinta-feira, 18 de abril de 2013

CONHECENDO A REALIDADE



Texto de autoria do Prof Jair Santos - Palestrante e Consultor Corporativo - Autor de DVD´s e CD´s de treinamento (Gestão/Vendas/Comportamento). Apresentador na Rádio CBN|SC do quadro Construindo Conhecimento| www.profjair.com.br.

O  triunfo de uma pessoa está em sua capacidade de entender a realidade a sua volta. Para se tornar uma pessoa criativa, é preciso ter consciência. Quando conhecemos a verdade sobre o mundo que nos cerca e principalmente sobre nós mesmos, nos tornamos livres para vivermos uma vida plena. Enquanto não entendermos a natureza da realidade, estaremos como os famosos seis cegos, tentando descrever um elefante ao apalpar apenas uma de suas partes. O que está na perna diz: “Um elefante é como uma árvore”. O que está na tromba fala: “Um elefante parece uma cobra”. E assim por diante. Esta fábula infantil sobre os cegos e o elefante na verdade é uma alegoria da Índia. Os seis cegos são os cinco sentidos da mente racional. O elefante e a totalidade. A realidade plena, completa. E a realidade não pode ser entendida quando olhamos somente para uma de suas partes. O entendimento da realidade precisa ser guiada pela verdade, e a verdade não pode ser ajustada para se conformar ao que  gostaríamos que as coisas fossem. O primeiro princípio é não enganar a si mesmo. Um dos teoremas matemáticos diz que se você aceitar uma falsa afirmacão como verdadeira, poderá usá-la para demonstrar que outra falsa afirmação também é verdadeira. Por isso, não podemos nos enganar com a realidade que gostaríamos que existisse. Muitas pessoas vivem sua vida com suas mentes mágicas. Criando e idealizando uma realidade que não pode ser construída e muito menos vivenciada. Se deixam dominar por seus egos. Se deixam levar por seus medos. Não permitem que a realidade as alcance e portanto não conseguem influenciar, nem melhorar o mundo a sua volta. Entender o mundo, seja pela via da razão ou da fé nos tira da posição de meros expectadores e nos transforma em realizadores.