terça-feira, 5 de junho de 2012

A comisão da verdade

Recebi este texto por e-mail e lá está assinado por Paulo Chagas, joguei ele no Google e encontrei outros dois autores. Mas independe do que for eu já me mostrei contra a comissão da verdade neste espaço por outros motivos. Não sou contra abertura de documentos e outras possibilidades que se fazem necessárias, mas transformar isto num palanque de demagogia é uma grande inverdade da tal comissão. Concordo com algumas partes, discordo de outras, e você o que pensa?
Por fim, partilho o texto:


Caros amigos

A respeito da Comissão de Verdade, devo lhes dizer que seus mentores são os enganadores que nunca se conformaram por terem sido tolhidos em seu desiderato de bandidos e terroristas a serviço do comunismo internacional.

Têm convenientemente os olhos nas costas, estão estrategicamente parados no tempo e, propositadamente, enxergam não mais que a um palmo dos seus narizes.

O que eles querem de fato é a agitação, é a desarmonia, é a desmoralização das Forças Armadas que frustraram o sonho  ensandecido de assassinar a liberdade e transformar o Brasil  em uma grande Cuba.

Referem-se à verdade e aos direitos humanos olhando para o passado, ansiosos por uma vingança privada, mesquinha e caolha, quando tudo o que dizem que são contra, e que denunciam,  está a acontecer diariamente sobre o lombo da sociedade e nas barbas de autoridades sem preparo moral para exercer ou entender o que é ser uma autoridade.

Olham para o passado, mas não querem ver o presente, clamam pela verdade, mas omitem seus tenebrosos currículos de bandidos, mentem sobre o que entendem como liberdade e democracia e olham para Cuba como um ideal de "verdade e direitos humanos" para o Brasil!

Tanto os incompetentes que dirigem a segurança pública quanto os delinquentes, assassinos, traficantes e guerrilheiros rurais, cujos direitos eles defendem (certamente por identificarem-se com as gangues), torturam, achacam, viciam, corrompem, matam, sequestram, invadem, destroem, estupram, seviciam, agridem, ameaçam, maltratam, intimidam, zombam e cospem na cara de idosos e dos idiotas que compõem a chamada "sociedade civil", uma massa de bovinos alimentada a fartas rações de demagogia e assistencialismo, e que se deixa tanger a golpes de mentiras e omissões, sob o toque dos berrantes de fanfarrões e corruptos, rumo ao curral arcaico do totalitar ismo socialista!

Esta é a obra desta escória que se aboletou no poder da República, infelizmente.

Todavia, para tudo há um limite e é prudente não ultrapassá-lo! O Leão é manso, está ainda tranquilo, observa de longe, em silêncio e no habitat onde prefere estar, mas, não se iludam os incautos, os sinais de que não gosta do tratamento que lhe estão a dispensar se farão sentir, inicialmente, por rugidos de desconforto, para desespero dos que já sentiram seu bafo de perto, felizmente...