segunda-feira, 21 de maio de 2012

Girassol

Hoje foi um dia especial. É bom ser lembrado por amigos, algumas surpresas, mas o mais significativo foi chegar no estacionamento e achar um presente esperando por mim, um girassol.Simples? Não, uma flor carregada com uma história e com um significado.



O Girassol
Ira!

Eu tento me erguer
Às próprias custas
E caio sempre nos seus braços
Um pobre diabo é o que sou

Um girassol sem sol
Um navio sem direção
Apenas a lembrança
Do seu sermão

Você é meu sol
Um metro e sessenta e cinco de sol
E quase o ano inteiro
Os dias foram noites
Noites para mim

Meu sorriso se foi
Minha canção também
Eu jurei por Deus
Não morrer por amor
E continuar a viver

Como eu sou um girassol
Você é meu sol

Eu tento me erguer
Às próprias custas
E caio sempre nos seus braços
Um pobre diabo é o que sou

Um girassol sem sol
Um navio sem direção
Apenas a lembrança
Do seu sermão

Morro de amor e vivo por aí
Nenhum santo tem pena de mim
Sou agora um frágil cristal
Um pobre diabo
Que não sabe esquecer
Que não sabe esquecer