domingo, 22 de abril de 2012

UMA SEMANADA


A semana foi longa. Todas têm sete dias, mas esta pareceu maior. Até por isso que quase não passei por aqui. Mas vamos lá, momento de automarketing. No Blog do Sobradinho falo sobre a crise sem fim do Barcelona. Não é um post sério para os amantes do futebol, mas é uma visão de como seria a repercussão da derrota no super-clássico caso o clube mais famoso da atualidade estivesse sediado no Brasil. 

Já a semana na OiTV News foi mais movimentada. O destaque além da programação trivial é a estréia do Cartãozinho Verde da TV Cultura. Um programa esportivo diferente conduzido por crianças. Uma proposta que tem a intenção de fugir do padronismo que está evidenciado nos debates da televisão aberta brasileira. 

No Facebook ainda compartilhei um link sobre o caso da menina que suicidou-se no Marrocos após casar com estuprador. Uma reflexão que nos faz pensar as questões de direitos humanos e a influencia cultural sobre os direitos.

Durante a semana venho discutindo com alguns colegas que nossos alunos não são gênios da informática. Muitos professores evitam trabalhar atividades corriqueiras no laboratório de informática porque temem a genialidade dos estudantes. Mito! Levei uma determinada turma para construir um curriculum vitae no laboratório de informática e a grande maioria deles apresentou dificuldade para trabalhar com ESTILOS DE TEXTO e MACROS DE FORMATAÇÃO. Sem mencionar dúvidas mais escabrosas de como anexar uma arquivo no e-mail. A geração Y é uma geração atenta as redes sociais e comunicadores instantâneos, mas são usuários iniciantes. Possivelmente se sentem satisfeitos com a superficialidade destes conhecimentos e não atingirão o outro passo e jamais explorarão os recursos que são oferecidos pelos softwares. Não estou generalizando, dentre eles existem bons usuários, mas não são muitos. Gênios são dotados de um brilhantismo excepcional, o que não foi o caso dos estudantes da minha experiência.