quarta-feira, 22 de junho de 2011

A nova tabela


Cálculo simplista sobre as propostas do governo até o momento. Cada professor (em torno de 65.000) no Estado ganha o Prêmio Educar/Jubilar – R$ 200,00, certo! Então se multiplicarmos R$ 200,00 x 65.000, teremos R$ 13 milhões. Vamos fazer uma média, e estou sendo bem pessimista. Mas imaginemos que a Regência de classe por professor (e todos os demais do quadro do magistério) seja de R$ 95,00, multiplicados por 65.000 professores, teremos um valor de R$ 6.175.000,00. Agora somemos as duas continhas acima: R$ 13.000.000,00 + R$ 6.175.000,00 = R$ 19.175.000,00. Conclusão: Dos 22 milhões que o governo diz que vai gastar conosco, nesse "novo" Plano de Cargos e salários, o governo entra com um aporte de caixa de menos de R$ 3 milhões. O resto da grana já nos pertence, pois já recebemos em nossas olerites o Prêmio Educar/Jubilar e a Regência de classe (que varia de 25% a 40%). Sem lembrarmos do premio assiduidade, que também será incorporado, o governo vai gastar menos com a nova tabela do que gasta com a nossa antiga… ou seja, com a aceitação desta proposta estaríamos devolvendo dinheiro para o governo.
Atenciosamente, Prof. Geff, 21 de junho de 2011