sexta-feira, 17 de junho de 2011

Enganei-me, votei nele pensando que fosse mudar, na verdade não passa de mais um...


O título é meu, mas o texto que segue recebi por email.

 

Caro Moacir,
Quero lhe agradecer novamente por todo o espaço dado a nós professores e quero que você leia com atenção documento que montei. Pediria mais ainda, que se possível publicasse em seu blog em resposta às afirmações do secretário adjunto que afirma não haver perdas. Gostaria que fosse mais longe ainda, fazendo tais informações chegar a outras mídias, a fim de que a comunidade tbm possa entender o que está acontecendo com as supostas propostas do governo, bem como gostaria que o governo fosse de certa forma questionado, pois muitos salários serão reduzidos mesmo. Outro fato quero levantar ainda: Se o mesmo vai investir 22 milhões, o que fará com o dinheiro que utiliza para pagar o prêmio assiduidade? Pois se está somando esses valores juntamente com os 22 milhões não é correto, pois mencionado valor não é aumento. Moacir, quisera eu saber utilizar todas as palavras, todas as formas de explicações corretas para que de fato entendam o que vem acontecendo conosco. Nossa carreira é algo complicado de se entender, principalmente para aqueles que  não são da área, aparentemente se coloca na mídia valores que de certa forma demonstram certos ganhos, no entanto, cada professor no seu individual vai percebendo problemas e passa a ter necessidade em socializar, pois as coisas como são colocadas na mídia não servem de fato a 100% do quadro como o governo acima. É triste para alunos, comunidade em geral, mas e para nós professores???? É muito mais que triste, é humilhante! Veja no quadro que montei o que ocorre com um ATP, um professor 32 aulas em sala, um professor com 40 aulas em sala (meu caso e de muitos outros) e um diretor! Sinceramente????? Não sabemos, não temos o que dizer! O Sr. Governador pegou na minha mão 2ª feira, eu chorei pedindo a ele que resolvesse a situação a fim de que pudéssemos voltar à sala de aula, ele me disse que tentaria uma solução... Avalie o que lhe mando. Será que estamos tão errados assim? A pauta social foi alcançada? Sim, mas não é só isso que bastaria para resolver nosso problema. Ficamos esquecidos por longos 8 anos...
Um abraço Caro Moacir.