quarta-feira, 7 de julho de 2010

Requinte de crueldade

O que dizer do caso Bruno? Ao ligar a televisão pela manhã me perguntei se estava de fato no Brasil. Canais de televisão mostrando viaturas policias pelas ruas do Rio de Janeiro ao vivo a moda da televisão americana. Mas o fato é tupiniquim e infelizmente é real! Real com requintes de crueldade. Um adolescente desacreditado por muitos revela tamanha maldade. O que faz um homem com futuro certo, jogador do maior clube do Brasil entregar-se a tamanha animalidade? Não há nada neste mundo capaz de justificar a ação. Dinheiro nesta vida não é tudo, nesta hora apenas dever-se-ia haver um grito nas arquibancadas, um grito pela humanidade e pela vida.