sábado, 27 de fevereiro de 2010

Filosofia brasileira

A filosofia é uma razão que se expressa — fórmula onde a palavra razão comparece carregada de historicidade. E uma filosofia brasileira precisaria ser o desnudamento desta razão que viemos a ser. Seja por excesso de pudor, por medo, o fato é que até hoje não nos despimos. Talvez temendo nada encontrar por debaixo de nossos trajes europeus, nosso infatigável terno-e-gravata. Ou talvez fosse para nós excessivamente doloroso descobrir-se em, enfrentando a radical solidão da nudez. Tiraríamos as roupas para descobrir, absurdamente, que estamos nus. Sem máscaras de aplausos ou punições, sem nossa imagem de homens sérios, cheios de certezas. O que, afinal, fazer de uma nudez e não aceitamos como nossa?

Fonte: GOMES, Roberto. Crítica da razão tupiniquim. 3ª Ed. Porto Alegre: Movimento, 1979, p. 25