sábado, 26 de dezembro de 2009

Coerência papal

Papa recorda que sacerdotes não devem participar da política

Todo cristão deveria ser místico, assegura Papa

Segue aqui duas reportagens no noticiário ZENIT.ORG. Curioso, como pode tal afirmação. A igreja deve participar ativamente na política. Não vou buscar bases históricas nem bíblicas, mas como ser místico sem se importar com a ação política? Aristóteles afirma que o homem é um animal política, sendo ele deve conhecer, participar, observar e ser político por natureza. De que valeria a misticidade de um homem se ele não conhecer o mundo que vive. Conhecer é participar. Que misticidade seria esta? Cega e desprovida da realidade?

Será que há pessoas normais na Itália? O agressor de Berlusconi tinha distúrbios mentais, a mulher que empurrara o Papa também. Pessoas normais não protestam?