domingo, 22 de novembro de 2009

Ousamos acreditar

Ousemos acreditar!

Ousemos sonhar!

Mas é necessário colocar as mãos na massa.

É necessário mergulhar na essência:

Chorar, suar, sorrir, dançar, trabalhar

Amar, sim, amar

Incansávelmente


 

Ousemos acreditar!

Ousemos sonhar!


 

Mesmo que o caminho seja solitário.

Mesmo que sejamos poucas.

O poder é o grande mal do mundo.

Como pode um só comer 50 pratos de comida e 50 partilharem um só prato?


 

Ousemos acreditar!

Ousemos sonhar!


 

Por que o mundo é divido

Entre aqueles que não dormem com dor de fome e aqueles que não dormem com medo daqueles que têm dor de fome?


 

Ousemos acreditar!

Ousemos sonhar!


 

Quero guarda viva

A vontade de transformar de Rosa.

Beber da espiritualidade do compromisso

De tantas mulheres e homens

Que semeiam diariamente

A não violência.


 

Ousemos acreditar!

Ousemos sonhar!


 

Quero trazer presente

Em minha própria vontade

A partilha bonita do povo mexicano

Aos pés de Guadalupe,

Estender a toalha da esperança,

Partilhar o taco, o pão e o beiju da Paz.


 

Ousemos transformar!


 

Texto de Lu Diniz