quarta-feira, 16 de setembro de 2009

A construção da cidadania

Fizeram-me a seguinte pergunta: eu enquanto profissional qual é minha importância na construção da cidadania? Não preciso mencionar que sou professor de Educação para Cidadania, na unidade SENAI/SC de Blumenau e que esta é uma questão que há tempos tenho refletido com meus alunos. Falar que cidadania é o exercício dos direitos e o comprometimento com deveres pode ser um caminho, mas não é apenas o resumo da questão. Relacionar o ser ético com o exercício da cidadania também é uma possibilidade, mas os caminhos da ética fazem o indivíduo exercer a cidadania. Porém, se discutia ética também no período e nas situações históricas que o exercício da cidadania era vetado.

Mas voltado à questão, a prática profissional exige do indivíduo uma postura racional mediante as possibilidades que lhes são aplicadas. Tais possibilidades devem ser mescladas com seus objetivos e com suas metas dentro das relações sociais que está envolvido. A estrutura contemporânea do pós-guerra questiona determinados valores e posicionamentos do indivíduo enquanto ser de relações. Não há mais um foco direcional como em outras épocas. A importância de um indivíduo enquanto profissional no exercício da construção da cidadania são o comprometimento com as metas e objetivos que estão estipulados enquanto um profissional ligado a uma ordem ou agrupamento de indivíduos que buscam dentro do contexto que estão inseridos uma prática ética coerente e legal.