domingo, 21 de junho de 2009

O prazer da leitura

Que agradável modo de passar a noite! No fundo, não há prazer que se compare ao da leitura! Basta ver a facilidade com que uma pessoa se farta de tudo o que não seja um livro! Quando tiver a minha casa, sentir-me-ei perdida se não dispuser de uma boa biblioteca.

AUSTEN, Jane. Orgulho e preconceito. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009; pág. 68