domingo, 31 de maio de 2009

Addio Maldini

Sou corinthiano. Por vezes vi o Pacaembu se tornar pequeno pela imensidão de sua torcida. Porém, ao ver o italiano hoje, Fiorentina VS. Millan, o estádio Artemio Franchi se tornou pequeno. A partida foi marcada pela despedida do zagueiro e capitão Paolo Maldini, 40, que jogou por 24 anos na equipe de Milão e se aposentou do futebol. A torcida apitou o final e começou a ovacionar de forma a comover qualquer torcedor. O olhar de alegria e tristeza dos torcedores pelos serviços prestados ao futebol italiano fazia qualquer um se emocionar. O futebol atual é um grande negócio e exigir a paixão dos anos cinqüenta e sessenta não é mais possível, mas é muito bem ver a história de um jogador como este, que se identificou com um clube e marcou a festa de todos os outros, não há como desvincular arrepios e certa nostalgia por esta despedida. Vai um jogador que não foi apenas um profissional, mas um ícone que marcou uma geração e foi além do que o profissionalismo pudesse oferecer.