sábado, 18 de outubro de 2008

O HORROR TRANSFORMADO EM REALITY SHOW

Um novo BBB? Não! A tragédia não permitiria tal afirmação. Mas alguns canais de televisão trabalharam na perspectiva de ser. A Record News explorou repetidas vezes a coletiva dos policias e os fatos que envolveram o crime de Lintemberg. Exploraram como se Heloá, ou Eloá, estivessem num paredão. Não quero entrar no mérito das ações apenas registrar a revolta da cobertura sensacionalista, transformando o horror em reality show. Espero que a comoção pública faça tal meios reverem a postura sensacionalista marcada pela "pobre" audiência.

Segundo a redação do TERRA.COM.BR (Hermano de Freitas) a neurocirurgiã Grace Mary Lydia, do Centro Hospital Municipal de Santo André, no ABC Paulista, afirmou nesta tarde que a jovem Eloá, 15 anos, está em estado de coma irreversível. Segundo ela, no primeiro exame neurológico realizado hoje, a menina não apresentou atividade cerebral. No entanto, para que a morte cerebral seja confirmada, o protocolo médico exige um segundo exame após um intervalo de seis horas.