sábado, 3 de maio de 2008

A profecia de Escalibur

Forjada a partir de uma rocha incandescente que caiu sobre a terra vinda das estrelas; martelada por três dias e três noites por um calibita: martelando num calor brando sem parar nem para comer, nem para beber. Ele temperou a lâmina com o sangue de leão. Uma extremidade para defender, outra para derrotar. Na Bretanha foi forjada para ser empunhada por aquele que está destinado a governar. A espada pertence à mão daquele que está destinado a governar o mundo com a fé e a verdade.
CAI IVL CAES ENSIS CALIBVRNVS